06/02/2016
Você me vê transportar e não é por você e sim por sua causa. Não por estar perdendo você, por ter tentando te recuperar por tanto tempo e agora estou te perdendo da mesma maneira que a última vez, não é porque eu sei que essa será a última vez. É porque sei que é a última vez que vou poder transportar de verdade, porque é só você que entende meu transporto.
Você me olha e diz que eu preciso procurar alguém, que tempo problemas. Se não tivesse ocupada demais tentando respirar te daria um tapa na cara e se eu conseguisse que algum som saísse da minha boca seria pra dizer que meu problema é você, mas eu te procuro porque é você que eu preciso.
Você se levanta, "preciso ir"... Se tivesse ar para dizer algo seria "Não", mas não digo, então você vai e eu fico sem poder dizer nada. Posso correr e te segurar, mas não faço. Deixo você ir porque agora entendo que você realmente precisa ir e que não será mais meu nunca mais.
Você disse, anos atrás, que eu escrevia bem. E esse texto que não é um texto e está escrito de forma errada, sem contexto, sem sentido, sem regras gramaticais e sinais corretos. Não sei mais escrever já que escrevia pra ti e você era o único que sabia ler.

Sobre mim

Sobre mim
Uma comédia romântica com trilha sonora na voz de Renato Russo e Tiago Iorc, com créditos para Cícero, Phill Veras e Soulstripper. Tenho 20 anos, sou sagitariana, mas controlada. Moro na cidade luz, a da chuva da tarde, mangueiras, do açai e tacaca e só saio daqui para uma breve viagem ao redor do mundo. Fã de carteirinha de bandas que não existem mais e cantores desconhecidos. Em busca do grande sonho que é a independência e felicidade no mesmo pacote.

Marcadores

Tecnologia do Blogger.

Twitter